Logon

ANGLOGOLD ASHANTI REALIZA SEGUNDO SIMULADO DE EMERGÊNCIA DE BARRAGEM EM SANTA BÁRBARA 45% dos moradores se mobilizaram para o treinamento. Próximo simulado será realizado em outubro, com a comunidade de Barra Feliz 27/08/2018

Sexta-feira, dia 24 de agosto, às 14h10, o som da sirene anunciava o início do segundo treinamento simulado de Santa Bárbara, desta vez com moradores da comunidade de Brumal. A iniciativa, que integra o Plano de Ação de Emergências de Barragens (PAEBM), é organizada pela Defesa Civil Municipal e a AngloGold Ashanti, com o apoio da Defesa Civil Estadual, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e outros órgãos governamentais. O objetivo é testar os procedimentos de segurança e mostrar à população, principalmente aos que moram próximo à barragem, como agir em casos de emergência.

externo simulado brumal.jpgDurante o simulado, representantes da Defesa Civil e empregados da AngloGold Ashanti orientaram os moradores nos cinco pontos de encontro espalhados pelo distrito. Os participantes também receberam informações sobre rotas de fuga e atitudes de autossalvamento. Participaram da ação 364 moradores dos 799 mapeados dentro da Zona de Autossalvamento, ou seja, o evento contou com 45% de mobilização.

A comunidade já dispõe de um veículo equipado com avisos sonoros, comando de voz e sinais luminosos, que será utilizado em casos de emergência até que o sistema de sirenes fixas seja instalado. A previsão é que a implantação do sistema para a barragem CDS II ocorra até o fim deste ano. Já para a Barragem de CDS I, a instalação será no primeiro semestre de 2019.

Além de uma exigência legal, os simulados cumprem o objetivo de abordar, com a comunidade, a importância de todos estarem conscientes de seu papel neste processo. É o que garante Guilherme Peixoto, gerente de Metalurgia da AngloGold Ashanti. "À medida que são treinados e se capacitam para situações de emergência, os moradores ficam mais tranquilos a respeito das ferramentas de segurança já implantados pela empresa na região", afirma. ""Por isso, a participação da comunidade nas ações é fundamental", enfatiza.

Encontros anteriores

Em janeiro, os moradores de Santa Bárbara já haviam participado de um encontro com a equipe da AngloGold Ashanti para conhecerem o processo de gestão de barragens da companhia e tirarem dúvidas sobre os procedimentos de segurança. Em março, participaram de uma visita à barragem da empresa em Santa Bárbara e viram de perto o funcionamento da estrutura. Em junho, moradores de Carrapato receberam o simulado e para encerrar o ciclo dos treinamentos, em outubro, será a vez da comunidade de Barra Feliz.

Durante esta semana, foram realizadas reuniões preparatórias, abertas ao público, com a participação dos moradores e estudantes das escolas de Brumal (Escola Estadual Professora Nhanita e Escola Municipal Cecília Alvares Duarte) para alinhamento e esclarecimento de dúvidas sobre as rotas de fuga, pontos de encontro e procedimentos em caso de emergência, além da entrega, porta a porta de material informativo.

Em caso de dúvidas, os moradores podem utilizar o canal gratuito de atendimento da AngloGold Ashanti: 0800 72 71 500. A empresa está sempre aberta ao diálogo e se põe à disposição da comunidade para quaisquer esclarecimentos.

Estudantes participam do simulado em Brumal.jpg

Sobre a AngloGold Ashanti

Uma das maiores produtoras de ouro do mundo no Brasil, a empresa possui minas e plantas metalúrgicas e de beneficiamento distribuídas nos estados de Minas Gerais e Goiás. Seus negócios englobam 17 operações em nove países, gerando mais de 60 mil empregos. A AngloGold Ashanti tem sede em Johanesburgo, na África do Sul, e suas ações são negociadas nas bolsas de Johanesburgo, Nova York, Austrália e Gana.

Com mais de 4 mil empregados diretos, as operações brasileiras respondem por 15% da produção global de ouro do grupo e estão entre as mais avançadas do mundo no campo da tecnologia de mineração, pela excelência dos equipamentos e processos utilizados e pelo desenvolvimento de soluções de engenharia para a atividade de mineração em subsolo.